Se faltavam razões para você iniciar uma horta na sua comunidade, não faltam mais

A nossa geração percebeu que está na hora de pensar mais no meio ambiente e na saúde, para ter uma vida com qualidade. Pensar em si como parte de uma comunidade e preocupar-se com o bem-estar geral tem tudo a ver com cooperativismo! Um projeto que pode incentivar esses valores no local onde você vive é a criação de uma horta comunitária. A gente vai te dar cinco motivos pra começar agora mesmo! Confere aí:

1 – Você vai conhecer melhor seus vizinhos

Ter uma horta com as pessoas que moram perto possibilita uma conexão entre vocês e um senso de comunidade. Essa integração é muito legal e faz com que todos se sintam parte de algo maior, exatamente como ocorre nas cooperativas. Sendo assim, o grupo

coopera pelo bem de todos, ou seja, todos saem ganhando!

2 – Você vai se alimentar melhor

A gente sabe que na correria do dia a dia não é muito fácil manter uma alimentação saudável. Ir na feira pra fazer as compras demanda tempo. Tendo uma horta comunitária pertinho de casa fica muito mais fácil de consumir frutas e verduras livres de agrotóxicos.

3 – Você vai economizar um troquinho

Sabe aquela grana que você está precisando guardar? Tendo uma horta comunitária por perto vai ser bem mais fácil de engordar o porquinho. Parece pouco dinheiro, mas depois de um tempo essa economia pode ser usada pra comprar algo legal.

4 – Você vai se sentir bem

Sabia que mexer na terra é uma terapia? Além de ser relaxante, você desenvolve a sua saúde mental. Sem contar que é muito gratificante ver algo que você plantou se desenvolvendo, tornando-se um alimento. Aquele seu prato favorito terá um sabor ainda mais especial.

5 – Você vai colaborar com o meio ambiente

Para que um alimento saia da área rural e chegue até você, ele tem que ser transportado por caminhões, que acabam poluindo o ambiente pela queima do combustível. Além disso, ele precisa de embalagens, ou seja, acaba gerando lixo. Quando você tem uma horta pertinho, elimina esses processos, fazendo bem para o meio ambiente.

Continue no blog | Fairtrade: conscientização e comércio justo

Compartilhe: