Confira, na prática, o impacto que algumas cooperativas causaram em
suas respectivas comunidades.

capa-7-cases

Exemplos de trabalhos bem-sucedidos precisam ser destacados para que os novos projetos e cooperativas tenham onde e em quem se inspirar. Um case de sucesso é, na prática, um trabalho que obteve êxito em todo o seu processo de construção, ganhando notoriedade por realizar com sucesso o seu propósito.

É importante destacarmos que possuir uma equipe qualificada e engajada torna o desenvolvimento do trabalho mais qualificado. Um case de sucesso é o carro-chefe de uma empresa, por vezes, a galinha dos ovos de ouro da cooperativa e que deve ser valorizada.

E, por isso, nós, do Geração Cooperação, em parceria com nossos seguidores, listamos cases de sucesso, para que você absorva as melhores dicas e ponha em prática no seu dia a dia de trabalho:

1 – SICREDI RECEBE PRÊMIO POR SUSTENTABILIDADE EM CENTRO ADMINISTRATIVO

O Sicredi, cooperativa de crédito mais antiga do Rio Grande do Sul, conta hoje com mais de 3,7 milhões de associados em atuação, espalhados pelo Estado e pelo Brasil.

PREMIAÇÃO:

A organização recebeu, em 2016, do United States Green Building Council (USGBC), o certificado inédito pelo Sicredi Centro Administrativo, localizado em Porto Alegre, por demonstrar excelência na adoção de práticas sustentáveis e eficientes na gestão.

Além de ser o primeiro prêmio recebido por uma cooperativa do Brasil, também é o quarto na América Latina. Para conquistar a vitória, o edifício teve de atender a requisitos importantes.

2 – UNIÃO DE COOPERATIVAS GERA INTERCOOPERAÇÃO

Em 2011, a união de 5 cooperativas tradicionais do Rio Grande do Sul originou um case de sucesso. Quando as Cooperativas Aliança e São Victor, ambas de Caxias do Sul, a Cooperativa São Pedro e a Cooperativa Santo Antônio, de Flores da Cunha, e a Cooperativa Linha Jacinto, de Farroupilha, uniram suas histórias e experiências, surgiu a Cooperativa Nova Aliança.

INTERCOOPERAÇÃO:

Essa intercooperação, hoje, auxilia aproximadamente 900 famílias associadas, além de ter gerado empregos e também já ter sido premiada por seus produtos de alta qualidade. Com princípios de cooperação, desenvolvimento sustentável, qualidade e inovação, a Nova Aliança conta com 220 funcionários.

Sua sede fica em Flores da Cunha e tem capacidade para processar até 60 milhões de quilos de uva por ano.

3 – APRENDIZ COOPERATIVO OFERECE PRIMEIRA OPORTUNIDADE PROFISSIONAL A JOVENS

Com o objetivo de oferecer cursos profissionalizantes e, em um segundo momento, uma oportunidade no mercado de trabalho, o programa Aprendiz Cooperativo, do Sescoop/RS, já é sucesso em grande parte do estado do Rio Grande do Sul.

Mais de 100 cooperativas já aderiram ao projeto, que possui duração de 2 anos. Além de contribuir para a formação do jovem, o programa auxilia para a inclusão social e o desenvolvimento das regiões próximas.

O SUCESSO:

O Aprendiz Cooperativo cresce ano a ano, com adesão de centenas de jovens. Cursos como assistente para manufatura de calçados, auxiliar administrativo, eletrotécnica básica, processamento de leite e derivados da carne, além de serviços de supermercado, são os ofertados pelo programa.

Para saber como se inscrever ou como inscrever a sua cooperativa, acesse aqui.

4 – UNIODONTO FEDERAÇÃO LIDERA O MERCADO COM A TÁTICA DE APERFEIÇOAMENTO

A Uniodonto, federação que possui mais de 1200 sócios e uma das mais antigas no âmbito odontológico no país, é referência no que diz respeito ao aperfeiçoamento e preparação de seus profissionais.

Constituída através da união de oito cooperativas (Porto Alegre, Passo Fundo, Vale do Sinos, Rio Grande, Vale do Taquari e Rio Pardo, Fronteira-Oeste, Erechim e Santa Maria), a Uniodonto lidera o mercado odontológico com cobertura completa de todas as regiões do Estado.

PRINCÍPIOS COMO BASE:

Com o papel de representar os interesses das cooperativas, além de ações de coordenação da capacitação dos cooperados, a Uniodonto parte de dois princípios essenciais para o seu sucesso: a intercooperação entre as 120 unidades estaduais e nacionais e o comprometimento dos profissionais cooperados com a qualidade do atendimento e dedicação ao cliente.

5- GARIMPO NO NOROESTE GAÚCHO GANHA FORÇA COM PARCERIAS

A Cooperativa de Garimpeiros do Médio Alto Uruguai (Coogamai), com o propósito de ofertar mais benefícios para seus cooperados, além de fortalecer a atividade extrativista, formou uma parceria de sucesso com a Cooperativa de Distribuição de Energia (Creluz).

A PARCERIA:

Com esta intercooperação, as duas entidades são beneficiadas, uma vez que a Creluz fornece mudas de seu Horto Florestal de forma gratuita, a fim de recompor as áreas degradadas pela atividade minerária.

Em contrapartida, a Coogamai mantém o garimpo legalizado em sua área de atuação, o que possibilita trabalho na extração, industrialização e comercialização das pedras preciosas.

A atividade dos garimpos é uma das mais importantes fontes de riqueza da região, e o trabalho, além de ser benéfico para ambas as partes, é importante para o processo de manutenção das licenças ambientais.

6 – REALIDADE AUMENTADA NOS RÓTULOS DA AURORA

Visando a um maior engajamento de seus consumidores com a marca, a Vinícola Aurora, de Bento Gonçalves/RS, lançou recentemente rótulos com realidade aumentada em seus sucos de uva.

Líder no mercado brasileiro em suco de uva integral, a Vinícola é a primeira a usar esta tecnologia em seu produto, criando, assim, mais um meio de comunicação com o seu público.

TECNOLOGIA NO RÓTULO:

Na prática, o consumidor será levado, pela interação com os rótulos, a conteúdos virtuais interativos, como as instalações da empresa com imagens em 360 graus, receitas, jogos, dicas de reciclagem e todos os canais de contato com a marca.

A realidade aumentada é a principal aposta em inovação da marca, já que consegue integrar conteúdos físicos com virtuais. Para saber mais sobre sua forma de uso e o passo a passo, acesse aqui.

7 – DÁLIA DÁ OPORTUNIDADES A IMIGRANTES HAITIANOS

Oportunizar chances no mercado de trabalho, buscando aumentar e qualificar sua mão de obra. A Dália, em 2012, necessitando de novos funcionários, decidiu inovar na escolha de novos profissionais: contratou, pela primeira vez, funcionários imigrantes, mais precisamente 50 haitianos recém-chegados no Brasil.

QUEBRANDO BARREIRAS:

O tempo, a comunicação e os costumes foram sendo superados gradativamente em virtude do empenho entre ambas as partes e trouxeram resultados. Hoje, a Dália possui mais de 300 funcionários estrangeiros ativos.

A experiência foi tão positiva para ambos os lados que o modo de atuação da Dália junto aos seus funcionários foi considerado case [Colocar “case” em itálico] de sucesso pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), em 2013.

Após, foram feitos 12 cadernos educacionais sobre Direitos Humanos visando abordar o trabalho digno no Brasil, em uma parceria entre UNESCO e Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

#Você sabia?

O Sicredi possui o programa A União Faz a Vida, que tem como objetivo desenvolver vivências, atitudes e valores de cooperação e cidadania junto a crianças e jovens.

O projeto acontece em parceria com escolas e organizações educacionais espalhadas pelo Rio Grande do Sul e por outros estados. Ficou interessado? Saiba mais aqui.

E aí, o que você achou dos cases selecionados? Conhece algum que também deveria estar nesta lista das cooperativas? Mande para a gente! Compartilhar conhecimento também é cooperar 😉

Deixe nos comentários a sua opinião e até o próximo artigo!

Compartilhe: