Ramo agropecuário é o mais forte do cooperativismo gaúcho

01-02-imagem

No dia 28 de julho foi comemorado o Dia do Agricultor. O ramo Agropecuário é o economicamente mais forte do cooperativismo dentro do Rio Grande do Sul. O tipo de agricultura mais comum é o familiar, de pequena escala.

Porém, os jovens têm saído da propriedade rural para estudar e muitas vezes acabam não dando continuidade para o trabalho da família. Para incentivar a sucessão foram criadas iniciativas como o Aprendiz Cooperativo do Campo, em que os jovens aprendem mais sobre o trabalho agrícola na prática enquanto estudam a teoria.

Neste mês, a cooperativa Santa Clara realizou o II Encontro de Jovens Produtores, com mais de 200 pessoas, para falar sobre sucessão familiar. O presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, incentivou a participação dos jovens no sistema cooperativo: “Você pode sair do campo para estudar e retornar para a propriedade e aplicar estes conhecimentos”. Com as tecnologias atuais o trabalho no campo fica ainda melhor, mas é importante valorizar a experiência dos pais.

Continue no blog: Veja o dia a dia da Alessandra no programa Aprendiz no Campo

Compartilhe: