Com apenas 20 anos de idade, a jovem que iniciou como aprendiz, já é assistente de atendimento na cooperativa

thumb-blog-marcia

Com apenas 16 anos de idade, Marcia Adriana Paiva Reis iniciou a sua carreira no cooperativismo, como aprendiz, em 2011, na cooperativa Sicredi Fronteira Sul, de Bagé. Após o período do programa ter finalizado, ela era tão jovem que não pode começar a estagiar nem ser efetivada. Mas a sua história no cooperativismo não parou por aí, este foi só o início.

Em 2013, já cursando a faculdade, ela voltou para a mesma cooperativa, como estagiária. No ano seguinte, Marcia foi efetivada assistente de atendimento, cargo em que continua até hoje, com 20 anos de idade.

“Buscava um trabalho para começar minha vida profissional e ter independência. A contribuição sem dúvida foi grande, afinal de contas, foi o meu primeiro trabalho, me dando um rumo para a vida profissional”, conta a jovem.

Para ela, a experiência como aprendiz em uma cooperativa proporcionou conhecimentos que leva consigo até hoje. “Engajamento, organização, comprometimento e responsabilidade”, cita.

As metas de Marcia para o futuro são dentro do cooperativismo. “Procuro ascensão profissional onde trabalho e o primeiro objetivo é aprovação na (certificação) CPA-10”, revela. Ela destaca que o sistema cooperativista valoriza os seus associados: “É uma instituição de pessoas para pessoas.”

Para quem tem interesse em iniciar a sua carreira no cooperativismo com o programa Aprendiz Cooperativo, Marcia tem um conselho: “Aproveite a oportunidade para se destacar e seguir uma carreira profissional, pois trabalhar em uma cooperativa é uma experiência única”.

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER!

Compartilhe: