Lauro Scherer desempenha o cargo desde 2004 em cooperativa de Toropi (RS).

Lauro Scherer, 57 anos, era criança quando ouviu falar pela primeira vez sobre cooperativismo. Filho e neto de sócios-fundadores da COOMAT (Cooperativa Mista dos Agricultores de Toropi), Scherer hoje é o diretor-presidente da cooperativa, cargo que desempenha desde 2004.

Lauro estava prestes a completar 24 anos quando iniciou sua carreira profissional na COOMAT como auxiliar de armazém. Depois, foi promovido a chefe de armazém, auxiliar de escritório, chefe de escritório, gerente de supermercado e gerente da matriz.

Em outubro de 1996, Scherer afastou-se da COOMAT para executar uma causa nobre: ser prefeito do recém-criado município de Toropi (RS). Em 2004, após cumprir o segundo mandato da Prefeitura, Lauro voltou à cooperativa, desta vez na função de diretor-presidente: “a eleição para presidente foi um momento de realização, pois já tinha exercido todos os cargos possíveis, faltava apenas a presidência”, conta Scherer.

Foi na Escoop que Scherer buscou ferramentas para aumentar os conhecimentos e desempenhar ainda melhor a função de presidente. Matriculou-se no MBA de Gestão Estratégica do Agronegócio, curso que aborda a gestão em cooperativas agropecuárias.

Nas aulas, Scherer conviveu com colegas atuantes em outras cooperativas, o que proporcionou a troca de experiência. Questionado sobre o diferencial da Escoop, Scherer afirma: “a principal vantagem foi o nível dos professores. Não teve um que não atendesse as expectativas, todos professores foram muito bem escolhidos”.

Para Scherer, um dos melhores momentos do curso foi uma viagem para a Alemanha, onde pode acompanhar as aulas da ADG, a Academia do Cooperativismo Alemão, na pequena cidade de Montabaur. Na ocasião, Scherer visitou diversas cooperativas e conheceu órgãos relacionados à atuação cooperativista alemã.

Para o futuro, Scherer planeja o mesmo que já faz agora: “usar todo o conhecimento adquirido para desenvolver o cooperativismo”. E completa: “nas cooperativas, em geral, têm muito espaço para os jovens que queiram crescer e se realizar na vida profissional”.

Compartilhe: