Projeto de intercooperação foi responsável pela criação da Cooperativa de Comercialização dos Produtores Hortícolas de Kweneng Norte

03-02-imagem-intercooperacao

Botsuana é um país da região Sul da África que tem 39% da população vivendo em zona rural. A economia do local é bastante frágil, no entanto, o cooperativismo está modificando essa realidade. Um projeto de cooperação baseado na troca de experiências e na intercooperação, promovido pela OCB com outras instituições brasileiras e o governo de Botsuana, se iniciou em 2005 e já melhorou a situação da região.

Em 2010 foi originada a iniciativa “Fortalecimento do Cooperativismo e Associativismo Rural em Botsuana” financiada pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC, órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores) e executada pela OCB, com o apoio técnico da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A ideia é que o cooperativismo sirva como um caminho para o desenvolvimento econômico do país, empoderando os produtores com capacitações. A partir disso, eles podem disseminar o modelo cooperativista no local.

A criação da Cooperativa de Comercialização dos Produtores Hortícolas de Kweneng Norte, em novembro de 2015, é resultado do projeto. A cooperativa conta com a participação de 14 famílias. O objetivo é que a cooperativa se torne referência para a criação de outras, respeitando as especificidades de cada ramo.

Continue no blog:  Projeto cooperativista incentiva a economia solidária

Compartilhe: