Nelson Krug Bezerra graduou-se em Gestão de Cooperativas pela Escoop.

Há quatro anos, quando Nelson Krug Bezerra decidiu prestar o Vestibular da Escoop, o cooperativismo ainda era um tema distante para ele. De tanto conhecer e conversar com pessoas ligadas ao ramo, Nelson, que na época era responsável pela portaria da Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo, começou a se interessar pelo setor: “Acho que foi por osmose”, brinca.

Apesar de usar química e biologia para explicar seu interesse, é de cooperativismo que Nelson entende: ele se classificou em primeiro lugar no processo seletivo e ali iniciou os estudos do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Cooperativas, no qual se graduou em 2014. Desde então, Bezerra orgulha-se do conhecimento que agregou: “Sou capaz de absorver, propor e aplicar tecnologias de gestão de cooperativa”.

Ao falar sobre o cooperativismo e sua importância
na atualidade, Nelson, que agora trabalha como Assistente de Patrimônios e Suprimentos do Sescoop/RS, acumula bons argumentos: “Enquanto o modelo econômico atual mostra sinais claros de desgaste, o cooperativismo surge como alternativa mais justa e solidária, onde as pessoas são convidadas a participar de forma decisiva na construção de um mundo mais justo e fraterno”.

Questionado sobre a vantagem de estudar na Escoop, Nelson enumera motivos: “Qualidade do ensino, turmas reduzidas, proximidade com professores e pessoas ligadas ao cooperativismo, aulas práticas em cooperativas”. E completa: “Tudo isso faz o aluno se sentir privilegiado por ter um corpo docente qualificado, quase que exclusivo”.

Para os jovens que estão ingressando agora no ramo cooperativista, Bezerra dá um conselho: “Trabalhar em uma cooperativa é uma escolha inteligente”.

Você também quer estudar sobre cooperativismo? O Vestibular da Escoop está com inscrições abertas. Inscreva-se aqui.

Compartilhe: