Lucas, 19 anos, tomou contato com o cooperativismo no programa Jovem Aprendiz e hoje é líder de setor nos supermercados da Certaja

Em 2008, o programa Jovem Aprendiz chegava a Taquari-RS. A primeira turma era formada por filhos dos funcionários da cooperativa Certaja. Um deles foi Lucas Rodrigues de Carvalho.

A formação durou em torno de nove meses, combinando aulas teóricas e práticas. Com apenas 15 anos, ele já se preparava para o mercado de trabalho e descobria o cooperativismo. Para Lucas, essa experiência foi responsável por abrir as portas do tão sonhado (e muitas vezes difícil de conseguir) primeiro emprego.

Terminou o curso e estava pronto pra fazer parte da Certaja, como seu pai. Mesmo assim, teve que esperar: ainda não tinha a idade mínima exigida pela Constituição Federal para o trabalho. Alguns meses depois, quando completou os 16 anos, correu pra botar a mão na massa. Começou como empacotador do supermercado, passou a operador de caixa e depois chegou no hortifrúti. Hoje, com 19 anos, é líder do setor e coordena nove funcionários. “Realmente gosto do que faço, tenho uma boa equipe para trabalhar, sou responsável por toda a compra de perecíveis e pelo gerenciamento do setor”.

Lucas considera que o cooperativismo mudou sua vida. As habilidades desenvolvidas no Jovem Aprendiz afiaram o guri pra superar os desafios do primeiro emprego. “Como eu sempre digo, sou um eterno aprendiz, e tudo que conquistei até hoje, pode ter certeza foi graças ao cooperativismo”. O contato com o movimento despertou nele o desejo de conquistar seu espaço no mercado de trabalho, seguir se aperfeiçoando e querer dar voos cada vez mais altos. Por isso não para: está agora se capacitando no curso Ges (Gestão em Supermercados), da Agas (Associação Gaúcha de supermercados), em Porto Alegre.

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER!

Compartilhe: