Gilberto Antônio Piccinini procurou a Escoop para ampliar o conhecimento sobre cooperativismo.

O contato de Gilberto Antônio Piccinini, 56 anos, com o cooperativismo começou cedo: quando menino, trabalhou junto com os pais em uma propriedade rural no interior de Roca Sales, sua terra natal. Aos 22 anos, Piccinini pegou a estrada rumo a Porto Alegre, onde cursou Ciências Contábeis e trabalhou em um banco. Três anos depois, Gilberto encarou uma nova mudança geográfica, dessa vez para Encantado, onde iniciou a carreira no cooperativismo como associado da Dália Alimentos.

Pouco tempo depois, Piccinini ingressou como associado na Cooperativa de Crédito Sicredi Região dos Vales, na função de conselheiro fiscal. Dois anos foram suficientes para que o jovem encarasse um novo desafio: a presidência do Sicredi. Quase na mesma época, foi convidado para ocupar a vice-presidência da Dália. Passados três anos, Gilberto assumiu a presidência do Conselho de Administração da cooperativa, cargo que desempenha até hoje.

Para Gilberto, que também preside o Instituto Gaúcho do Leite (IGL), a maior realização profissional veio da superação: as duas cooperativas que ele presidiu passaram por momentos difíceis e se reergueram com solidez. Segundo Piccinini, foi a união dos esforços dos associados e dos funcionários que garantiu às cooperativas a possibilidade de voltar a crescer.

Quando se matriculou no MBA da Escoop, Gilberto buscava aumentar o conhecimento sobre cooperativismo e se relacionar com colegas de outras cooperativas. Mas acabou recebendo muito mais: “Tivemos oportunidade de, junto aos professores e colegas, observar outras formas, sistemas e estratégias de gestão”, conta.

Os mais de 30 anos de atuação profissional trouxeram ensinamentos, desafios e conquistas para Gilberto, que segue acreditando no modelo cooperativista como uma boa alternativa aos jovens. Para ele, o mundo precisa buscar o resultado para o coletivo através das ideias cooperativas: “Os jovens que optarem por trabalhar em cooperativas terão um futuro brilhante pela frente, pois estarão inseridos em um sistema que visa buscar riqueza e bem-estar social, somando e compartilhando conquistas”, conta.

Crédito da foto: Carina Marques

Compartilhe: