A Cooperativa Languiru graduou a primeira turma do curso de Formação Gerencial de Sucessores da Agricultura Familiar.

Um dos grandes problemas enfrentados pelos agricultores é a sucessão da administração de suas propriedades. Com a migração dos jovens às grandes cidades, a gestão rural fica sem continuidade. De acordo com o Sebrae, apenas um a cada três empreendimentos chega à segunda geração da família. E só uma pequena parte passa para a terceira.

Pensando nisso, a Languiru viabilizou uma iniciativa inédita no ramo cooperativista: criou e graduou a primeira turma do curso de Formação Gerencial de Sucessores da Agricultura Familiar da Cooperativa Languiru. Foram 39 jovens formandos que estão prontos para seguir com sucesso no cooperativismo!

O curso qualificou jovens associados e filhos de associados em áreas como implementação de ferramentas informatizadas, gestão de patrimônio, planejamento financeiro e gestão de pessoas.

Na formatura, que aconteceu no dia 22 de dezembro, em Teutônia-RS, o Sescoop/RS marcou presença na figura do gerente do setor de Formação Profissional, Hélio Loureiro de Oliveira, que parabenizou a iniciativa: “Sabemos da preocupação da Cooperativa Languiru com a formação dos jovens e a sucessão nas propriedades rurais. Ela conseguiu transformar em ação aquilo que muitas vezes fica apenas no discurso, que é a preocupação com a manutenção das atividades nas propriedades rurais, que são a base das cooperativas agropecuárias”, comentou o gerente.

Na ocasião do evento, o presidente da Languiru, Dirceu Bayer, anunciou a continuidade do programa com uma nova etapa de estudos para a turma recém-formada (uma espécie de pós-graduação) e a abertura de inscrições para a segunda turma do primeiro nível de estudos.

Foto: Site da Languiru.

Compartilhe: