Saiba mais sobre o funcionamento de uma cooperativa de transporte

O cooperativismo social surgiu através de uma das propostas que estão na raiz do cooperativismo: a responsabilidade social. As cooperativas sociais inserem no mercado, por meio do trabalho, as pessoas que precisam ser tuteladas ou que estão em situações de desvantagem.

O cooperativismo social é um dos modelos da nova geração de cooperativas que nasceram nos últimos 30 anos. Na Europa, esta modalidade já representa 8% da força de trabalho, envolvendo cerca de nove milhões de pessoas que desenvolvem atividades como reciclagem de lixo, artesanato e limpeza.

Aqui no Brasil, a Lei n. 9.867, de 10 de novembro de 1999, criou a possibilidade de se constituírem cooperativas sociais para oorganização e gestão de serviços sócio-sanitários e educativos, através de atividades agrícolas, industriais, comerciais e de serviços.

Podem participar deficientes físicos, sensoriais, psíquicos e mentais, dependentes de acompanhamento psiquiátrico permanente, dependentes químicos, pessoas egressas de prisões, condenados a penas alternativas à detenção e adolescentes em idade adequada ao trabalho e sit
uação familiar difícil do ponto de vista econômico, social ou afetivo.

As cooperativas sociais organizam o trabalho desses indivíduos, desenvolvendo e executando programas especiais de treinamento para aumentar a produtividade e a independência econômica e social.

Existem no Brasil oito cooperativas do ramo com cerca de 250 associados. Aqui no Rio Grande do Sul são duas: a Cooperativa Especial Social CRÊSER e a COOPERSOCIAL.

A CrêSer atende a jovens e adultos com mais de 21 anos com deficiência mental, oferecendo um espaço de trabalho, produção e geração de renda. Também oferece o serviço de Educação de Jovens e Adultos através de parceria com a Prefeitura de Porto Alegre.

Os associados trabalham em três diferentes oficinas: padaria, cartonagem e horta. Os produtos prezam pela sustentabilidade: toda a cartonagem é feita com papel reciclado e também são utilizadas ervas, folhas e cascas vindas da horta orgânica que fica no próprio local.

Na COOPERSOCIAL os 90 associados portadores de deficiência desenvolvem atividades como industrialização e comercialização de fraldas geriátricas e sacos para lixo, além de montagem de materiais e peças industriais.

O Geração visitou a COOPERSOCIAL em 2013. Confira o vídeo!

Compartilhe: