Turma do MBA em Gestão de Cooperativas conheceu cooperativas e entidades alemãs em outubro de 2014

Através de projeto de cooperação mantido entre o Sescoop/RS e a Confederação Alemã de Cooperativas (DGRV), uma turma de alunos do MBA em Gestão de Cooperativas da Escoop teve a oportunidade de realizar uma viagem de estudos para a Alemanha em outubro deste ano.

As aulas aconteceram na ADG (Akademie Deutscher Genossenschaften), no Castelo de Montabaur, de propriedade da DGRV. Lá, os alunos tiveram uma apresentação geral do sistema cooperativista na Alemanha e conheceram a história e números atuais das cooperativas no país.

A DGRV representa os interesses das cooperativas aos moldes da OCB no Brasil. As cooperativas alemãs possuem 19,2 milhões de associados e 780 mil funcionários, distribuídos em cerca de 5800 cooperativas.

O grupo foi recebido em Borken pelo diretor-executivo da RWM – Raiffeisen Westmünsterland, Josef Wissing, uma cooperativa rural que recebe e comercializa cevada, trigo, milho e verduras e que possui também fábrica de rações e silos para a armazenagem de grãos. São 75 funcionários e 1.118 associados na RWM.

A turma também visitou a Agralis Reiffeisen, uma Sociedade Anônima de propriedade majoritária de 156 cooperativas singulares, com faturamento anual de 7,5 bilhões de euros e capital social de 192 milhões de euros. Localizada na cidade de Münster, a empresa atua no segmento animal (cereais, rações, minerais), tecnologia, construção civil, supermercados e energia.

Depois foram para a sede da Raiffeisen Vital – Saverland Hellweg Lippe, na cidade de Hamm, onde visitaram as instalações da cooperativa. Ela tem cerca de 2500 associados, todos produtores rurais, que recorrem à cooperativa para a compra e venda de produtos e comercialização de sua produção de grãos.

Em Berlim, o grupo conheceu a sede da DGRV. O dirigente do Conselho de Administração da entidade destacou alguns números, salientando que, do total de cooperativas da Alemanha, cerca de 2600 são de produção agrária e atuam com produtos como leite, carnes, vinhos e hortifrutigranjeiros. Também contou que os bancos cooperativos representam cerca de 25% do mercado no país.

Na última atividade da turma de MBA da Escoop na Alemanha, os alunos conheceram a Humboldt Universität Zu Berlin, que coordena nove institutos de ensino sobre o cooperativismo em toda a Alemanha. O professor Malte Muller conduz estudos que medem e qualificam o sucesso das cooperativas rurais em toda a Europa e apresentou resultados que comprovam a importância econômica das cooperativas nas comunidades onde atuam.

Compartilhe: