Fala, Geração! Tudo belezinha por aí?

Hoje nós vamos falar sobre um assunto que já trouxemos por aqui, mas como tem sempre gente nova chegando, é importante relembrar: o Programa Aprendiz Cooperativo. Vem com a gente conhecer os diferenciais dessa proposta superlegal do Sescoop/RS!

Lançado em 2007, o programa tem o objetivo de preparar jovens de 14 a 24 anos para o mercado de trabalho, disponibilizando diversos cursos de aprendizagem. Abrigado na Lei 10.097/2000, regulamentada pelo Decreto 5.598/2005, a ação oferece treinamentos teóricos para que os alunos aprendam lições de cooperativismo, informática, empreendedorismo, matemática financeira, introdução à administração, mercado de trabalho, entre outros temas que têm relação com o mundo profissional. Inclusive já fizemos alguns vídeos bem legais sobre o Programa no nosso canal no Youtube, como esse aqui, em que visitamos o Colégio Teutônia, no Vale do Taquari, e conversamos com jovens aprendizes.

O gerente de Promoção Social do Sescoop/RS, José Zigomar Vieira dos Santos, explica a importância dessa ideia para a inclusão dos jovens no cooperativismo. “No Brasil, a única possibilidade dos jovens com idade entre 14 e 18 anos incompletos ingressarem no mundo do trabalho é através da aprendizagem profissional. O cooperativismo também segue esta lógica. Então, para eles a única porta de entrada numa cooperativa, como trabalhador, é por intermédio deste programa”.

Quer saber mais? Então, segue com a gente para conhecer o universo de benefícios que o programa oferece!

 

Interação entre os próprios estudantes

O Aprendiz Cooperativo inclui a participação dos jovens em treinamentos e dinâmicas em grupo. Essas atividades são importantes para que eles reflitam sobre como levar para o ambiente de trabalho valores cooperativistas, como igualdade, solidariedade, honestidade e transparência.

Leia mais  Festival O Jovem Canta o Cooperativismo // em vídeo

Da teoria para a prática

Após realizarem os cursos, os alunos aplicam o que estudaram dentro das cooperativas nas práticas supervisionadas. É hora de entender melhor como é o dia a dia dentro de uma coop.

Contratação

Os aprendizes selecionados têm sua Carteira de Trabalho assinada, recebem um salário por horas trabalhadas e tem a possibilidade de contratação no final do programa. Show, né?

Certificado de participação

Todos que concluírem o programa recebem um certificado. Esse também é um grande diferencial, pois os alunos poderão incluir a experiência em seus currículos – o que pode ser um grande destaque na carreira profissional.

Cursos diversificados

Com duração de 17 a 18 meses e carga horária de aproximadamente 1.000 horas, os cursos acontecem em dois módulos: um teórico (realizado em sala de treinamento) e outro prático (realizado nas instalações da cooperativa que contratou o aprendiz, em propriedades modelos ou Escola Agrícola, no caso do Aprendiz do Campo).

Confira os cursos oferecidos pelo Programa:

– Auxiliar Administrativo;

– Processamento de Carnes;

– Assistente para Manufatura de Calçados;

– Processamento de Leite e Derivados;

– Eletrotécnica Básica;

– Serviços de Supermercado;

– Aprendiz Cooperativo do Campo.

 

O que é o Aprendiz Cooperativo do Campo?

É um curso de aprendizagem em atividades agropecuárias dirigido para jovens de 14 a 24 anos incompletos, registrado junto ao MTE – Ministério do Trabalho e Emprego sob número 38.314. Ele qualifica jovens para a gestão eficiente de propriedades rurais, tornando-os mais preparados e bem-sucedidos nas atividades agropecuárias.

Objetivos:

  1. Estimular a permanência dos jovens no campo ou na zona rural;
  2. Proporcionar às cooperativas agropecuárias o incremento do quadro social;
  3. Promover a sucessão familiar profissionalizada;
  4. Promover o empreendedorismo cooperativo;
  5. Profissionalizar a gestão de pequenas e médias propriedades rurais.
Leia mais  Humanos criam a primeira cooperativa em Marte

Uma proposta inovadora de curso, com aulas práticas e teóricas em ambientes diversificados de produção, como propriedades-modelo, laboratórios, dias de campo, feiras, exposições e vivências na propriedade da sua família através de estudos dirigidos, objetivando adquirir conhecimentos  que estimulam a formação de um agente empreendedor cooperativo.

O curso tem 17 meses de duração, com 552 horas de aulas teóricas e 552 horas de aulas práticas, durante quatro dias por semana, com quatro horas de aula por dia.

É muito mais que um programa educacional

Além da formação técnico-profissional, o Aprendiz Cooperativo contribui para a inclusão social e o desenvolvimento das comunidades. Em 2021, o Programa inicia o mês de dezembro com 2.515 jovens participantes, todos contratados com registro em Carteira de Trabalho. Legal demais, não é mesmo?

 

Para Zigomar, essa ação conjunta com as cooperativas é uma oportunidade de inclusão dos estudantes em seus quadros. “Aos jovens, fica o convite para se inscreverem nos cursos de aprendizagem oferecidos pelo Sescoop/RS e as cooperativas gaúchas. Ingressar no mercado de trabalho com ensino teórico e prático é um importante diferencial para a carreira profissional”.

Tendências globais de emprego para os jovens

Segundo o relatório Global Employment Trends for Youth 2020: Technology and future of Jobs, apresentado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), existem atualmente 1,3 bilhão de jovens no mundo, dos quais 267 milhões são classificados como NEET. Isto é, jovens “nem-nem”, que não trabalham, não estudam e nem recebem treinamento.

Pouco mais de 2/3 deles, 181 milhões são mulheres e a perspectiva da OIT é de que esse número total de jovens NEET chegue a 273 milhões em 2021, o que reforça a importância e o compromisso estratégico do movimento cooperativo global na inclusão de jovens.

Leia mais  Cooperativa de jornalistas e gráficos completa 10 anos

Como se inscrever

Podem participar do Aprendiz Cooperativo jovens de 14 anos completos no início do curso até 24 anos incompletos no momento do encerramento, que estejam cursando o ensino regular ou já tenham concluído o Ensino Médio. Para ingressar, é necessário realizar uma seleção diretamente em uma das cooperativas participantes.

O período da seleção varia e é definido por cada coop. Portanto, é recomendável entrar em contato com as cooperativas de seu interesse para buscar informações.

Para saber mais, acesse: http://www.sescooprs.coop.br/programas/aprendiz-cooperativo/.

 

Gostou do artigo de hoje?

Então, já aproveita e compartilha esse conteúdo massa com um amigo!

Ficamos por aqui, até a próxima! 😉

Inscreva-se em nossa Newsletter!
Compartilhe: