Fala, Geração! Estamos de volta!

Sentiram a nossa falta? A gente sabe que sim. Para matar a saudade, decidimos dividir com vocês um assunto muito legal e que com certeza vai ampliar o conhecimento sobre o funcionamento das cooperativas. Hoje vamos falar sobre os sete ramos do Cooperativismo no Brasil. Você sabe quais são eles? Vem com a gente descobrir onde tem cooperativismo!

Dos campos até às grandes cidades, são muitos os setores da economia em que as cooperativas atuam, não é mesmo? Por isso, viu-se a necessidade de agrupá-las por objetivos/finalidades em comum.

Desde 2019, as coops são divididas em sete ramos. Isso ajuda na organização e representação, tornando mais fácil atuar junto aos governos, tribunais de justiça e instituições legislativas, como o Congresso Nacional, por exemplo. Assim, cada ramo pode reunir as cooperativas pelo tipo de trabalho que elas fazem. Faz MUITO mais sentido, né? 😉

Essa divisão garante que o Sistema OCB fique ainda mais próximo da realidade das coops, o que gera mais impactos positivos tanto para as pessoas quanto para os negócios; além da capacidade de oferecer um atendimento mais eficaz e estruturado para as cooperativas. No fim, todo mundo sai ganhando!

Quais são os ramos, GC?

Sem mais delongas, os sete ramos do Cooperativismo no Brasil são: agropecuário; consumo; crédito; infraestrutura; saúde; trabalho, produção de bens e serviços; e transporte.

Ficou curioso para saber o que cada um deles representa? Agora vamos ao resumão, sigam-me os bons!

Agropecuário: composto por produtores agrícolas, pecuaristas, pescadores ou extrativistas.

Consumo: que realizam compras em comum para os seus cooperados, tanto de produtos quanto de serviços.

Leia mais  Cooperativas de mineração: o caminho para o pequeno minerador

Crédito: instituições financeiras formadas por pessoas que possuem o objetivo de prestar serviços aos associados.

Infraestrutura: coops que prestam serviços de geração e distribuição de energia, construção de imóveis para moradia, saneamento básico, telefonia e outras formas de atendimento.

Saúde: formado por médicos, odontólogos e profissionais ligados à área da saúde humana.

Produção de bens e serviços: cooperativas que prestam serviços especializados a terceiros ou que produzem bens diversos. Também fazem parte as coops de produção industrial, as que atuam no setor de mineração ou que beneficiam o material reciclado e artesanato.

Transporte: formado por motoristas-proprietários ou possuidores de veículos de carga ou de passageiros.

Bem simples de decorar, né, pessoal? Caso queiram se aprofundar no assunto, podem baixar a Cartilha aqui no link.

Geração Cooperação (também) é cultura! ✅

Aqui Tem Cooperativismo.

Um forte abraço e até a próxima!

Inscreva-se em nossa Newsletter!
Compartilhe: