Geração Cooperação foi um dos temas do painel “Cooperativismo, sua representação e força.”

Ocorreu na quinta-feira, 26/07, o painel “Cooperativismo, sua representação e força”, durante a 13º edição do Fórum Internacional de Software Livre (Fisl). O evento, que acontece em Porto Alegre, de 25 a 28 de julho, é um dos principais encontros de tecnologia livre do mundo. Participaram da palestra o Sistema Ocergs-Sescoop/RS e três cooperativas de software livre: Colivre, de Salvador-BA, Gcoop, de Buenos Aires-ARG e Solis, de Lajeado-RS.

Software livre é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem nenhuma restrição. Esta definição vai ao encontro de muitos pontos da filosofia do cooperativismo, que defende valores como solidariedade, benefício comum, trabalho em grupo e ajuda mútua. Ou seja, tecnologias livres e cooperativismo têm uma ligação forte.

O painel iniciou com Ednilson Mambac, do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, falando sobre a expressão do cooperativismo gaúcho e sobre ações do Sescoop/RS no Estado. Entre essas ações está o Geração Cooperação, que mereceu destaque durante a apresentação. Gustavo Mini, da agência Competence, um dos responsáveis pela concepção do projeto, falou da importância desse canal criado para dar voz e visibilidade aos jovens cooperativistas na internet. Segundo ele, “as mídias digitais são cooperativas por natureza”. José Pedro Paz, do DZ Estúdio, completou apresentando números relevantes que o Geração Cooperação já atingiu em quatro meses e meio de existência.

Depois, foi a vez das cooperativas apresentarem seus cases. Armando Taffarel Neto contou a história da Solis, Antônio Terceiro falou sobre a Colivre e Leandro Monk fechou a palestra apresentando a Gcoop. As três têm origens muito parecidas: surgiram basicamente da vontade que jovens tinham de viver de software livre e que encontraram no sistema cooperativo valores muito mais próximos desse negócio do que em um modelo de empresa tradicional.

Leia mais  Cooperativas de crédito são destaque em matéria do Jornal Hoje

Ao final de todas as apresentações, foi aberto espaço para perguntas. O público, composto por entusiastas de tecnologias livres, se mostrou bastante interessado em saber mais sobre cooperativismo. Os principais questionamentos foram sobre os processos para se criar uma cooperativa e como motivar outras pessoas a aderir ao sistema.

Nas próximas semanas vamos falar mais detalhadamente sobre cada uma dessas cooperativas que participaram da palestra, fique ligado!

Inscreva-se em nossa Newsletter!
Compartilhe: