A cooperativa Aliança Artesanal, de Portugal, ficou conhecida internacionalmente por seus lenços bordados

img-blog-bordados

Há algumas centenas de anos, entre os séculos XVII e XVIII, existia um costume entre as mulheres de Portugal: o bordado dos lenços de namorados. Poesias, frases de amor e, às vezes, até de desamores, faziam parte de lenços, que eram objetos por meio dos quais as moças se comunicavam com os homens.

O costume era usado, principalmente, para conquistar namorados (daí que surgiu o nome). A mulher bordava o seu lenço e entregava ao pretendente. Aí, era de escolha dele usar o presente nas suas roupas/aba do chapéu, ou não. Se o rapaz não tivesse interesse na moça, entregava o lenço de volta.

Em tempos de aplicativo de paquera, esse sistema já não faz muito sentido, afinal, quem vai fazer um bordado, se pode mandar uma mensagem virtual em segundos? Mas, os lenços de namorados ainda são tradicionais na cultura portuguesa como objetos decorativos e, inclusive, existe uma cooperativa de pessoas que os bordam: a Aliança Artesanal.

A Aliança tem cerca de 100 associados e foi criada em 1988, em Vila Verde, Portgual. Ela surgiu com os objetivos de apoiar as iniciativas de artesãos, valorizar o patrimônio cultural e incentivar o aumento do rendimento familiar e da criação de novos postos de trabalho.

Além de fazer parte de diversas feiras de artesanato importantes do país, a cooperativa ficou conhecida internacionalmente em uma ação realizada pela companhia aérea portuguesa TAP. No Dia dos Namorados, grande parte dos aviões tiveram os seus bancos decorados com lenços de namorados confeccionados pela Aliança Artesanal. Assim, a cooperativa e o costume português foram levados por todo o mundo, por meio da companhia aérea.

Leia mais  Quatro dicas para você que sonha empreender

Quer saber mais sobra a Aliança Artesanal? Clica aqui!

Inscreva-se em nossa Newsletter!
Compartilhe: