Nós conversamos com o Fernando Dewes, psicólogo e professor da ESCOOP, pra tirar algumas dúvidas sobre o mercado de trabalho em cooperativas

As dúvidas sobre que carreira seguir são normais entre os jovens, principalmente entre os que estão no final do Ensino Médio e têm que escolher para que curso prestar vestibular. Para ajudar nesse processo, existe a orientação vocacional, que direciona os jovens para as áreas com que têm mais afinidade.

Como aqui no Brasil há mais de 6 mil cooperativas e mais de 9 milhões de cooperativados, nós acreditamos que o cooperativismo é uma opção acessível para o momento da escolha profissional.

Quer seguir na área, mas está em dúvida? Conversamos sobre o assunto com o Fernando Dewes, professor de Gestão de Pessoas e Gestão da Qualidade na ESCOOP – Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo, psicólogo e pós-doutor em Psicologia.

Geração: Por que o cooperativismo é uma alternativa profissional viável para os jovens?

Fernando Dewes: O cooperativismo encontra-se em grande expansão e vem ampliando cada vez mais suas fronteiras no mundo. No Brasil, o fenômeno não é diferente. Além disso, ele hoje vem conquistando espaços nos mais diferentes segmentos da atividade econômica, ganhando capilaridade e competitividade. Com a crescente profissionalização do cooperativismo, as oportunidades de trabalho atraem o jovem orientado para a sua contínua qualificação profissional, tanto na sua dimensão técnica, quanto na dimensão humana, especialmente naquelas habilidades relacionadas à gestão de empreendimentos cooperativos. Assim, o cooperativismo é uma alternativa profissional viável e atraente, pois ela tem todas as características valorizadas pela geração que hoje ingressa no mercado de trabalho: desafio, inovação, possibilidades de progresso profissional e pessoal.

Geração: Qual o perfil de quem trabalha em uma cooperativa?

Leia mais  Perfil 10: Júlia Emanuelle Lermen // em vídeo

Fernando Dewes: Ele deve priorizar a sua formação técnica, pois no cooperativismo de hoje não há mais lugar para a improvisação ou falta de conhecimento na sua área de atuação. Por outro lado ele deve também internalizar os princípios e valores do cooperativismo, incorporando-os as suas atividades do dia a dia, sem descuidar-se das suas características de liderança, pois a expansão acelerada dos empreendimentos cooperativos está exigindo novos líderes, dotados de um espírito de observação, habilidade de negociação, ousadia e capacidade de realização, não só através da gestão, mas também “botando a mão na massa”, quando necessário.

Geração: Qual o mercado para o segmento hoje em dia?

Fernando Dewes: Como é uma economia em expansão, a maior parte das organizações cooperativas têm hoje posições em aberto, ofertando vagas nas mais diferentes áreas, seja de produção, de administração ou comercial. Além disso, há um enorme espaço para iniciativas coletivas de criação de novas cooperativas, nos mais diferentes setores.

Geração: Quanto ganha em média um profissional da área?

Fernando Dewes: O quanto ganhará irá depender da posição organizacional que a pessoa vier a ocupar na estrutura da cooperativa e do seu próprio desempenho. Assim, o salário de cada um é construído a partir das suas características. Quanto mais iniciativa e motivação para trabalhar, conhecimento e habilidades profissionais, maior será o salário.

Geração: Qual a diferença entre trabalhar em uma cooperativa e em outro tipo de empresa?

Fernando Dewes: O compromisso com a equipe e associados da cooperativa, a adesão e observância dos princípios do cooperativismo, especialmente colocando os interesses coletivos acima dos individuais e o senso de responsabilidade com a comunidade tornam o lugar de trabalho em uma cooperativa diferente da empresa mercantil.

Leia mais  Confira o vídeo da Formatura de Graduação da Escoop

Geração: Quais as opções de cursos para o jovem que quer entrar na área?

Fernando Dewes: A ESCOOP (http://www.escoop.edu.br/) oferece um elenco de cursos de iniciação, formação e aperfeiçoamento nas mais diversas áreas do cooperativismo e o seu curso de formação de Tecnólogos em Gestão de Cooperativas reúne, em sua grade curricular, os mais importantes conhecimentos e habilidades relacionadas ao gerenciamento de empreendimentos cooperativos.

Inscreva-se em nossa Newsletter!
Compartilhe: