O Geração inicia hoje uma série de entrevistas com jovens profissionais bem-sucedidos que trabalham ou são associados de cooperativas. Nossa primeira entrevistada é a Kátia Dalcin, supervisora de marketing da Cooperativa Santa Clara. Confira o perfil dela!

Nome: Kátia Hoffelder Dalcin

Idade: 28 anos

Cooperativa em que trabalha: Cooperativa Santa Clara

Formação: Jornalista, com especialização em Marketing e Gestão e pós-graduada em Gestão da Comunicação Empresarial

Qual seu cargo? Supervisora de Marketing

Quais as principais atividades do seu cargo? Sou a responsável pelo setor que promove a comunicação interna e externa com os diversos públicos, além de embalagens, e todas as ações de promoção em vendas para os produtos da Santa Clara e sua rede de varejo.

Como você começou a trabalhar em uma cooperativa? A Cooperativa Santa Clara é sólida, tem tradição e se destaca pela seriedade na atuação e qualidade dos produtos. Me identifico com os valores e quando tive oportunidade, busquei a vaga. Comecei a trabalhar na Santa Clara na função de assessora de comunicação, depois busquei especializações na área de marketing e assumi novas funções.

Você tinha algum envolvimento anterior com cooperativas? Meus avós eram associados, assim, sempre ouvi falar sobre a Santa Clara e existia um carinho especial desde criança.

Conte para a gente um episódio ou momento de grande realização profissional que você viveu em sua cooperativa. 

Foi um grande privilégio e certamente uma grande responsabilidade ter atuado no ano do centenário, nas comemorações e comunicação da data. Foi um período quando especialmente buscamos valorizar as pessoas que construíram a nossa Cooperativa e traçaram as bases que hoje a sustentam. Tivemos na época inúmeras situações particulares, eventos, ações de marketing. Certamente a comemoração do centenário tem um lugar especial na história da cooperativa e fico orgulhosa de ter contribuído. Durante 2012, em muitos momentos parava para pensar na responsabilidade extra daquele ano e hoje lembro com muito carinho e gratidão.

Leia mais  Construindo carreira em uma cooperativa agropecuária

Na sua opinião, de que forma o cooperativismo pode ajudar a melhorar nossa sociedade? O princípio do cooperativismo é muito nobre, baseado na coletividade. Para uma cooperativa ter sucesso e ser longeva, é fundamental que todos tenham claro seus direitos e deveres, e que os cumpram e façam cumprir. Dentro deste modelo não há espaço para decisões individualistas, ou para quem busca privilégios. Assim, entendo que seja um modelo que tem muito a ensinar e positivo para todos os aspectos da sociedade.

Quais são seus objetivos profissionais para os próximos anos? Gosto muito da minha área de atuação e tenho vestida a camisa da Cooperativa Santa Clara. Meu objetivo é, portanto, atuar no desenvolvimento constante da Santa Clara, atingir as metas e crescer com a Cooperativa.

Você acredita que trabalhar em uma cooperativa é uma opção profissional viável para os jovens? Por quê? Tenho certeza disto. Temos hoje cooperativas muito profissionais, que investem em tecnologia e pessoas. Acredito que o cooperativismo é um modelo que terá ainda mais representatividade no futuro, porque quando bem regida, torna-se competitiva. Temos grandes exemplos aqui no Brasil e ainda mais no exterior. Acho que o jovem tem vocação para o cooperativismo, para as culturas colaborativas, justamente porque percebe que a união nos torna mais fortes.

Inscreva-se em nossa Newsletter!
Compartilhe: